Brilhantes IDB são selecionados para participar de curso na Escola de Física Contemporânea

Capturar nOs alunos brilhantes do Instituto Dom Barreto Rafael Rodrigues, José Sepúlveda e Humberto Borges Pereira, da 3ª Série do Ensino Médio, estão entre os trinta alunos selecionados em todo o Brasil para participar da Escola de Física Contemporânea (EFC), que será realizada  no Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo, USP, nos dias 10 a 16 de julho.

A EFC, originalmente chamada de Escola Avançada de Física, é uma atividade de extensão que ocorre anualmente no Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo. O objetivo desta escola é possibilitar que alunos talentosos conheçam como é o mundo da pesquisa, entrando em contato com alguns dos principais grupos de pesquisa do país, além de compreender a importância da ciência e da tecnologia na geração de conhecimento e riquezas no país.

A programação inclui aulas expositivas e experimentais, ministradas por professores da USP, abordando tópicos de Física Clássica e Física Moderna, palestras sobre temas atuais de Física, visitas monitoradas às oficinas e aos laboratórios de ensino e pesquisas do IFSC. As atividades, que se estendem pelo período de sete dias, têm início às 8h e término às 21h.

Por ser ministrada por professores e pesquisadores de um dos grandes centros de pesquisa multidisciplinar, a EFC é, com certeza, uma excelente oportunidade para aqueles que gostam de Ciências Exatas descobrirem seu verdadeiro talento. O aluno terá a oportunidade de conviver com cientistas de um dos maiores centros de pesquisa multidisciplinar da América Latina, de visitar laboratórios de pesquisa do mais alto nível e de conhecer indústrias de tecnologia de ponta que nasceram dentro dos laboratórios de pesquisa do IFSC.

Com o objetivo de avaliarmos o rendimento dos alunos, no último dia de atividades, os mesmos elaborarão um trabalho de conclusão de curso, apresentado na forma de seminário, nos mesmos moldes dos congressos internacionais.

O aluno Rafael Rodrigues foi selecionado pela segunda vez consecutiva e afirma que a experiência é única. “Participei da Escola de Física ano passado. E foi uma experiência nova. Eu nunca tinha tido contato com os laboratórios da USP de São Carlos, que é um dos pólos de engenharia do país, e também não tinha tido contato com os professores de lá. Tive aula com professores com doutorado e pós-doutorado, que são realmente especialistas nos assuntos. Os monitores são alunos do doutorado e é uma experiência que não temos em qualquer lugar. Foi única!”, comentou.

A oportunidade de estudar durante o período na escola dará aos alunos a chance de confirmar, de fato, a carreira que pretendem seguir.  “Eu sempre quis ter contato com a física mais a fundo, porque já participamos de várias competições e olimpíadas que têm a mesma base da escola. É uma oportunidade que você tem de conhecer a área que vai trabalhar e a parte com que quer trabalhar. E isso já ajuda muito em nossa decisão no futuro, na hora do vestibular”, explicou o aluno selecionado, José Sepúlveda.

Para o brilhante Humberto Borges, a ida à EFC também ajuda muito na decisão da escolha profissional. “Eu sempre quis fazer física. Porém, aqui no Brasil a situação é muito limitada, porque geralmente os profissionais querem ir para área da pesquisa e aqui não tem. E ainda ando em dúvida. E indo para a escola posso ver as oportunidades que posso ter neste meio”, completou o estudante.

Parabenizamos nossos brilhantes pelo desempenho, pela dedicação e o esforço que tem em busca dos seus objetivos.

Paz e Bem!