Ocimar Mota é medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Informática

dsc04402O dombarretano da 3ª Série do Ensino Médio, Ocimar Mota dos Santos, conquista medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Informática 2016, OBI, como um dos melhores colocados na modalidade Programação. Rafael Rodrigues, também aluno da 3ª Série, recebeu Menção Honrosa pelo destaque, desempenho e participação.

 O objetivo da OBI é despertar nos alunos o interesse por uma ciência importante na formação básica hoje em dia, através de uma atividade que envolve desafio, engenhosidade e uma saudável dose de competição. A Olimpíada é uma competição organizada nos moldes das outras olimpíadas científicas brasileiras, como Matemática, Física e Astronomia.

A organização da OBI está a cargo do Instituto de Computação da UNICAMP e está organizada em três modalidades: Modalidade Iniciação; Modalidade Programação e Modalidade Universitária. Os dombarretanos participaram na Modalidade Programação. Em todas as modalidades os alunos competiram individualmente.

Além da medalha de Prata, Ocimar terá a oportunidade de participar do Curso de Programação Avançada no Instituto de Computação da UNICAMP, em São Paulo.

“Não esperava o resultado. Não imaginei que tivesse sido tão bem como fui. Esta é a terceira vez que eu estou fazendo. Então já tem um tempo que estou me preparando. O que me ajudou bastante foram as aulas que tivemos no último ano e também os estudos que fizemos em grupo”, comentou o medalhista de prata, Ocimar Santos.

O aluno disse ainda que o aprendizado em participar de uma Olimpíada vai além dos assuntos principais e dá dicas e incentiva aqueles que querem estudar Programação. “A participação em uma competição abrange o conhecimento além da Programação. Ajuda na disciplina de Matemática, por exemplo, você ganha muito conhecimento. E, às vezes, a pessoa desiste de estudar Programação por não ter a disciplina na Escola. Mas tem com aprender sozinho. Tem sites que ajudam, fazendo questões como o Uri e o CodCad. Como incentivo, para quem quiser aprender, vale muito a pena”, explicou o dombarretano.

Para o brilhante Rafael Rodrigues, que recebeu menção honrosa, afirma que a participação foi uma experiência maravilhosa e, assim como Ocimar, estimula a participação de outros alunos em competições como esta.

“Eu sempre gostei de coisas relacionadas à Computação e já venho me preparando há algum tempo, mas por diversão, que sempre foi uma experiência muito prazerosa pra mim. Eu recomendo muito a participação dos alunos nesse tipo de competição porque traz experiências além daquelas que temos no dia a dia na escola. Além de proporcionar uma boa visibilidade para o currículo, você tem o contato com pessoas fantásticas e com coisas relevantes para sua vida”, finalizou o aluno.

Paz e Bem!