Gustavo Sousa Noleto

sem-titulo-3Gustavo Sousa Noleto tem 29 anos e nasceu em Floriano, cidade localizada 234km ao sul da capital, onde estudou até o 6º Ano do Ensino Fundamental. Em 2000, iniciou os estudos no Instituto Dom Barreto, no 7º Ano do Ensino Fundamental, concluindo em 2004. “Ao todo, foram cinco anos de muito aprendizado, durante os quais tive o prazer de conhecer o Professor Marcílio e conviver com ele e com muitos outros mestres”, comentou o antigo aluno.

No ano de 2005 iniciou o curso de graduação em Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, FMUSP, concluindo em 2010. Logo após o curso, Gustavo iniciou Residência Médica em Neurocirurgia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Em 2015 teve a oportunidade de realizar um estágio no Brigham & Women’s, Hospital da Harvard Medical School, na área de Neurocirurgia de Base de Crânio.

Ainda neste ano, o médico realizou um curso Teórico Prático intitulado Surgical Approaches to the Skull Base, no  NewYork-Presbyterian Hospital, vinculado a  Weill Cornell Medical Center.

sem-titulo-4Atualmente, Gustavo Noleto atua como Médico Preceptor da Divisão de Neurocirurgia do Hospital das Clínicas da FMUSP, onde também realiza especialização em Neurocirurgia Funcional e esta realizando Pós-Graduação em Dor.

Gustavo afirma se manter vinculado ao IDB, apesar da distância física através dos ensinamentos que aprendeu enquanto aluno, da memória do Professor Marcílio, comprometido e onipresente,  e  das amizades que fez e que perduram até o presente.

“Admiro demais esta instituição, pois ela vem ajudando a firmar, em posição destacada, o nosso estado nos contextos nacional e internacional há décadas. O IDB tem um comprometimento verdadeiro com a formação de seus alunos enquanto cidadãos de bem, não se restringindo ao campo técnico. Não tenho dúvidas de que é a melhor escola do país”, disse o antigo aluno.

Conquistas e desafios

sem-titulo-2Em 2007 o dombarretano participou de um Trabalho Científico em que conquistou o Prêmio Oswaldo Cruz- Área Cirúrgica, no XXVI Congresso Médico Universitário, da Faculdade de Medicina da USP, o maior Congresso Médico Acadêmico do País.

Mas para Gustavo, uma das suas maiores conquistas foi o Prêmio Domingos Goulart de Faria, em 2010, por ter alcançado a Maior Média Ponderada da Graduação em Medicina da USP. “Me tornei o Primeiro Piauiense a lograr esse Prêmio. E em 2011, a aprovação em primeiro lugar para ingresso na Residência Médica  em Neurocirurgia no Hospital das Clínicas da FMUSP,  um sonho concretizado”.

Porém, ainda existem desafios. “Espero poder continuar exercendo minha profissão com dignidade e êxito e, quem sabe, retornar ao meu estado natal, ajudando a promover, na prática, um maior acesso aos serviços de Neurocirurgia de qualidade”, finalizou o dombarretano.

Paz e Bem!