Alunos do 8º Ano participam do projeto interdisciplinar “Cinema na Escola”

Pensando em dinamizar as aulas de Geografia, História e Português do 8º Ano do Ensino Fundamental na abordagem do tema Fontes Energéticas, Sustentabilidade e Desastres Ambientais, foi elaborado um projeto multidisciplinar, chamado Cinema na Escola, cuja culminância foi a apresentação do filme “Horizonte Profundo – Desastre no Golfo”. A ação foi uma iniciativa da coordenação de Geografia e conta com o apoio das demais matérias para aprimorar e envolver ainda mais os alunos.

O filme, baseado em fatos reais, conta a história de um dos maiores acidentes provocados por falha humana, em 20 de abril de 2010, na base de petróleo Deepwater Horizon, no Golfo do México. Um dos piores vazamentos de petróleo na história dos EUA.

O objetivo principal é que os alunos compreendam a importância das fontes energéticas e seus possíveis impactos ambientais no planeta. Além desta importância, o projeto busca também refletir sobre a importância econômica e o uso das principais fontes energéticas renováveis e não renováveis do planeta e analisar os impactos ambientais de origem antrópica, destacando exemplos de questões ambientais ocorridas em regiões de extração petrolífera.

Ao longo da atividade, os estudantes são incentivados a explorar o conteúdo do filme, através de pesquisas em jornais, revistas, livros e websites sobre o tema fontes de energia, desenvolvimento sustentável e principais questões ambientais do planeta. Após a exibição do filme, os alunos responderam às questões anexas, entregues pelo professor de Geografia e responsável pela ação, Laércio Carvalho.

“O filme foi utilizado como importante recurso didático-pedagógico, possibilitando aos alunos estabelecer relações entre os conteúdos estudados em sala de aula e a realidade retratada no filme, contextualizando, assim, o processo de ensino-aprendizagem”, explicou o professor.

Ainda segundo Laércio, o projeto foi bastante positivo e teve uma ótima aceitação dos alunos. “Os alunos adoraram e se envolveram! Eles irão resolver algumas questões. Questões essas que têm como base o filme trabalhado que só teve a somar, pois reformou e amadureceu mais ainda o assunto visto em sala de aula. Diante disso, tivemos um ótimo feedback dos alunos e uma boa aceitação da comunidade dombarretana como um todo”, avaliou o professor.