15 de Outubro: Dia do Professor. Dia de Agradecer!

DSC_2236 (Copy)Vamos preparar o nosso abraço mais forte e carinhoso, pois hoje é um dia mais que especial para a educação, no qual devemos parabenizar e agradecer ao profissional que se empenha e se dedica, dia após dia, a compartilhar seus conhecimentos e seus passos aos outros. Hoje, 15 de outubro, comemoramos o Dia do Professor. Ser professor é uma missão cotidiana, além de ensinar, é saber viver, conviver, respeitar o próximo e aprender com ele. É um compromisso consigo mesmo de disseminar conhecimento.

A origem do Dia do Professor se deve ao fato de, no dia 15 de outubro, o Imperador D. Pedro I ter instituído um decreto que criou o Ensino Elementar no Brasil, em 1827, com a criação das escolas de primeiras letras em todos os vilarejos e cidades do país. O decreto estabeleceu ainda a regulamentação dos conteúdos a serem ministrados e as condições trabalhistas dos professores.

Os professores ajudam os alunos a pensar, a questionar, a aprender a ler e enxergar a realidade a sua volta, para que possam construir opiniões próprias. A relação entre esses dois é cultivada a cada dia, pois um depende do outro e assim os dois crescem e caminham juntos. E é nessa relação madura que o professor deve ensinar que a aprendizagem não ocorre somente em sala de aula. Dessa forma, o aluno irá desenvolver um espírito pesquisador e interessado pelas coisas que existem além de uma necessidade por aprender, tornando-se um ser questionador e crítico da realidade que o circunda.

A função do professor não é apenas compartilhamento de informações, mas fazer com que o aluno consiga assimilar melhor as características e processos inerentes ao mundo em que vive. Diariamente, os profissionais passam por desafios.“Hoje, o desafio do professor é lidar não só com o aprendizado, mas com o sentimento que os alunos, muitas vezes, descobrem aqui na escola. A escola já é uma representação do mundo. As crianças, podem se deparar, por exemplo, com situações em que elas não se deparariam em casa. Mas os desafios, enquanto professor, é de pensar a escola todos os dias, todos os momentos e repensar. Isso exige muito, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, porque as pessoas pensam que trabalhar com criança é gostar. Mas não é apenas isso, é acima de tudo, ter uma competência para saber lidar com ela. Esse é o compromisso que a gente tem com o educar”, disse a coordenadora da Educação Infantil do IDB, professora Bernadete Rangel.

A professora Bernadete Rangel explicou que, se o profissional não realiza sua atividade com prazer, não conseguirá sua profissão. “O professor é um profissional que tem uma tarefa para cumprir. Para isso, ele precisa acionar mecanismos e ter um conhecimento sobre o desenvolvimento da criança e do adolescente. Ele precisa ter uma ciência sobre como desenvolver as habilidades dos seus alunos. Este profissional é um ser muito especial. É uma profissão envolvente. Não dá para ser professor sem se envolver e quando você não consegue encontrar prazer no que faz, não consegue ser professor por muito tempo. E esse é um pouco do segredo aqui no IDB, esse envolvimento, de estar afundo em cada detalhe, de planejar. Aqui se planeja toda semana, pensa com carinho qual o objetivo de cada atividade.”, explica.

Para o professor e Coordenador de Geografia do IDB, mestre em Educação pela UnB, Ricardo Carvalho, o ser e o fazer docentes devem ser voltados para dar um sentido ao que se aprende e ao que se ensina. “A missão do educador deve ser voltada para a formação e fortalecimento de laços com os educandos, expressos numa prática educativa escolar realizada numa perspectiva dialógica, considerando a participação crítica e reflexiva dos alunos e dos professores no processo educativo”, comentou.

Nossos professores provocam encantamentos, mas também se deixam encantar por seus estudantes. Neste dia 15, agradecemos à Equipe, incluindo também os professores auxiliares e o apoio pedagógico, por honrar diariamente seus compromissos e ajudar-nos a realizar nossa missão em formar pessoas intelectual e eticamente autônomas, que sejam livres para refletir, questionar, criticar e transformar a realidade em que vivem, contribuindo responsavelmente para que ela se torne melhor. E em reconhecimento ao trabalho dos docentes, lançamos no último domingo, 11 de outubro, a ação de valorização do Professor, que são os selos divulgados nas redes sociais da Escola, Facebook Instagram.

Este é o um dos cinco selos criados, que será divulgado hoje, 15 de outubro: o Selo de Solidariedade.
Este é o selo do dia 15 de outubro: o  Selo de Solidariedade.

Foram criados cinco selos em comemoração ao Dia do Professor no IDB, são eles: Selo de Qualidade, Selo de Solidariedade, Selo de Compromisso, Selo de Criatividade, Selo de Afetividade. Cada selo contempla o engajamento dos professores que se destacam no processo de ensino e de aprendizagem e da elevação dos indicadores educacionais.“A ideia do Selo, além de valorizar o professor, é uma forma de alertar o aluno, pois sem o professor ele não teria aula, ele não faria tarefa, não teria o ensino que tem”, explicou a professora Bernadete Rangel.

Durante todo o dia, a comunidade dombarretana poderá prestar sua homenagem aos seus mestres. Painéis serão espalhados na escola para os alunos, pais e funcionários deixarão mensagens de carinho e amor e dizer em por que a participação e a presença deste profissional fazem tanta diferença e importância em nossas vidas. Ainda no próximo dia 24 deste mês, será realizada uma confraternização no sítio Porciúncula para todos os professores comemorarem a data com os colegas e familiares. O encontro, que será de lazer, terá início a partir das 12h30.

O professor Ricardo Carvalho afirma que um dos maiores desafios da educação na contemporaneidade, trata-se da necessidade permanente de formação contínua do professor, revelando assim uma postura de educador preocupado não somente com seu desenvolvimento profissional docente, mas, também, com a busca de referenciais teórico-metodológicos que melhor orientem sua prática pedagógica diária. “Assim, para uma prática docente inovadora e adequada ao novo modelo de sociedade e de educação escolar, a preocupação com a formação continuada deve ser uma constante. Contudo, essa formação não se constrói somente através da participação do professor em cursos, seminários ou encontros pedagógicos, mas, também, através de um trabalho permanente de reflexão sobre sua prática pedagógica, buscando a interação entre as dimensões pessoal e profissional do professor reflexivo”.

Apesar das dificuldades e percalços que parte destes profissionais passa, é uma carreira extremamente importante e oferece uma grande oportunidade para que as pessoas não só acumulem saberes, mas que também oportunizem a outros o desenvolvimento das diferentes formas de conhecimento. Parabenizamos os profissionais que executam, todos os dias, a mais bela profissão criada pelo homem.

Abaixo, a mensagem dos pais Sérgio Wilson e Graziela Meneses aos professores do IDB.

Professor, exemplo de educação e doação!

 Numa feliz iniciativa dos alunos do 5º ano do ensino fundamental, do Instituto Dom Barreto – IDB, abraçada por seus pais, mães e responsáveis, foi realizada, no dia 15 de outubro, uma merecedora homenagem aos mestres que, dia a dia, contribuem para que nossos filhos se tornem pessoas melhores, não apenas no saber, pelas lições dos livros, que tão bem recebem, mas, principalmente, pelas lições de vida que aprendem com seu professores.

O aprendizado de sala de aula, associado ao importante “Projeto Gentileza”, que está sendo desenvolvido, neste ano de 2015, no IDB, ultrapassa as paredes culturais da escola e chega às ruas e aos locais onde o conhecimento e o “cuidar do ser humano” se unem. Isso  ajuda nossos filhos a crescerem e serem melhores, em especial, como pessoas transformadoras de um mundo que precisa, cada vez mais, dos seu despretensiosos gestos de amor, de carinho e atenção.

Quanto à nossa filha, Rafaela Meneses Soares, do 5º ano “B”, desde muito pequena, só nos dá orgulho como estudante, como pessoa, especialmente por seus gestos de carinho e atenção ao próximo, os quais são estimulados, diariamente, na escola, por seus orientadores, e no nosso lar.

Assim, reiteramos os nosso sinceros parabéns aos queridos e delicados professores do 5 º ano, merecedores de todas as homenagens.

Paz e Bem!