16 de Outubro: Dia da Ciência e Tecnologia

IMG-20151015-WA0070Comemoramos hoje, 16 de outubro, o Dia da Ciência e da Tecnologia, data criada para homenagear as grandes descobertas dos homens e também para incentivar novas descobertas científicas. Ao pensarmos em avanços e novas tecnologias, lembramos logo do século XXI.  No entanto, a preocupação em estudar a origem da vida humana se reporta há muito tempo. As primeiras invenções consideradas tecnológicas datam de dois milhões de anos antes de Cristo, podemos citar entre esses instrumentos criados o machado e a lança, feitos para se defender dos animais e facilitar a vida.

Em seguida, a descoberta do fogo, que foi uma das maiores conquistas do homem, pois através do mesmo passou a cozinhar os alimentos, se aquecer, se proteger dos animais, sendo também a primeira forma de iluminação. Mas a maior evolução foi o advento da roda, onde conseguiu técnica mais qualificada para locomover os objetos pesados, animais de grande porte já abatidos, vindo usá-la para a própria locomoção.

Entre tantas descobertas e invenções, podemos destacar alguns objetos e cientistas que tornaram nossas vidas mais fáceis: Alexandre Graham Bell, o inventor do telefone; Thomas Edson, inventor da lâmpada elétrica; Samuel Morse, que criou o telégrafo; Johannes Gutenberg, inventor da imprensa; dentre vários outros. No Brasil, podemos enfatizar Oswaldo Cruz, médico sanitarista que descobriu a vacina e Alberto Santos Dumont, inventor do 14-Bis.

Diante de tantas possibilidades de pesquisas e avanços nos vários ramos da ciência, o governo brasileiro criou em 1985 o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Como órgão da administração direta, o ministério tem a função de planejar, coordenar, supervisionar e controlar as atividades da ciência e tecnologia, além da política de desenvolvimento de informática e automação, política nacional de biossegurança, política espacial, política nuclear e controle da exportação de bens e serviços sensíveis.

A evolução da medicina é uma das maiores comprovações da tecnologia, as curas das doenças têm tido grandes progressos; temos hoje os estudos das células tronco, capazes de regenerar um corpo com moléstias. Além disso, a clonagem também foi uma comprovação de que a ciência não tem limites. A tecnologia dos meios de comunicação chegou à globalização, onde podemos acessar o mundo todo através dos meios virtuais, reforçando a importância de tais avanços.

Com isso, temos maior praticidade e agilidade, mas tais evoluções têm trazido prejuízos à biodiversidade do planeta. Novas doenças têm aparecido, outras tem tido grande aumento no número de pessoas contraídas, e os cientistas ampliam suas pesquisas buscando amenizá-las. A verdade é que quanto mais se estuda mais se descobre coisas novas. E o mundo se transforma através das alterações causadas pela intervenção do homem.

Paz e Bem!