Através do Projeto Gentileza, Amauri Jucá realizará show para ajudar a arrecadar fundos para a instituição Lar de Maria

20c37f50-3450-4cd6-ba3a-b2a432126991Com o intuito de auxiliar o “Lar de Maria”, instituição que cuida de crianças e jovens com câncer, o humorista Amauri Jucá apresenta hoje, às 20 h, no Theatro 4 de Setembro, seu mais novo show “Pau de Selfie”. A ação faz parte do Projeto Gentileza, desenvolvido pelas professoras do 5º Ano do Ensino Fundamental do Instituto Dom Barreto.

O show é uma iniciativa dos pais dos alunos do 5º Ano D, para ajudar o “Lar de Maria”. Todos os ingressos já foram vendidos e o dinheiro arrecadado será doado para a instituição. As mães dos alunos que fazem parte do projeto estão organizando o show, juntamente com Amaury, que também é pai de aluno participante do projeto. Cada turma fica responsável por fazer alguma atividade que ajude uma instituição. A turma do 5º Ano D, ficou responsável pela entidade.

“O Amaury cedeu o show dele, sem cobrar nada e as mães se organizaram, montaram panfleto, os convites e a venda dos ingressos. Organizaram tudo. Foi todo o envolvimento da família. A intenção do projeto é atingir professores, alunos, funcionários, pais e a comunidade como um todo. Inclusive queremos perpetuar o projeto, pois percebemos que os alunos estão muito tocados. Observamos no dia da visita que fizemos nas instituições, onde doamos um dia nosso para conhecer e conversar com os habitantes desses locais, o envolvimento das crianças e dos pais”, explicou uma das professoras do projeto, Leonildes Colasso.

Além do Lar da Esperança, mais seis instituições são beneficiadas com o projeto. São elas: Lar da Criança, Lar de Maria, Casa Frederico Ozanam, Abrigo São Lucas, Fundação Nossa Senhora da Paz e Fazenda da Paz, esta última localizada na zona rural de Timon, no Maranhão. Além de entregar as doações arrecadadas durante o desenvolvimento do Projeto na escola, incluindo quantias de dinheiro, os alunos, pais e professores, conversaram e brincaram com os integrantes das entidades.

O Projeto Gentileza foi inspirado no Profeta Gentileza, uma personalidade urbana carioca, espécie de pregador, que se tornou conhecido por fazer inscrições peculiares sob um viaduto situado na Avenida Brasil, na zona portuária do Rio de Janeiro, onde andava com uma túnica branca e longa barba. “Nós pegamos um pouco do exemplo do Profeta Gentileza, para trazer às nossas crianças… Então, nós desenvolvemos na escola este projeto, que traz para a sala de aula, pequenas ações gentis que fazem muita diferença”, explica Catarina Santos, uma das professoras que está à frente do projeto. Ela acrescenta que a cada dia que passava, o projeto ia tomando forma e então pensaram na ideia de ajudar às entidades para que o projeto desse mais frutos e saísse da sala de aula.

O Gentileza cria espaços para discussões sobre diversos assuntos, tais como: violência, paz, meio ambiente, família, respeito, tolerância, diversidade cultural, reações sociais e institucionais, entre outros assuntos, buscando contribuir para a melhoria da qualidade de vida e das relações familiares e escolares como um todo. Além dos alunos, o projeto conta com 16 professoras à frente, incluindo uma do apoio pedagógico e Márcia Rangel, coordenadora do Ensino Fundamental do IDB.

Vamos tomar como exemplo esse projeto e praticar gentileza, não apenas no nosso ambiente escolar, mas além dos seus muros.

Paz e Bem!