Alunos do 3º Ano do Ensino Fundamental criam estratégias de estudo

Buscando encontrar a melhor forma de organização e de compreender quais os meios mais práticos para assimilar o conteúdo abordado em sala de aula, os dombarretanos do 3º Ano do Ensino Fundamental criaram estratégias de estudo que estão fazendo a diferença na hora de realizar as tarefas e as provas.

 

Os estudantes selecionaram as matérias que sentiam mais dificuldade e recriaram atividades com os assuntos dados em sala de aula e com os conteúdos abordados nos livros trabalhados.

 

No turno da tarde, os alunos Alícia Hosana, Carlos Neto e Maria Clara foram os precursores da técnica usada para auxiliá-los nas dificuldades enfrentadas nas disciplinas. Carlos Neto afirmou que teve a ideia e pediu à professora particular para fazer um caderno com revisões das tarefas de todas as disciplinas.

 

Já Alícia disse que sentiu a necessidade de estimular mais sua atenção, principalmente nas disciplinas de Geografia, Português e Matemática. “Gosto de coisas organizadas, então peguei as sugestões das professoras, dadas em sala de aula, e as transformei em exercícios”.

A aluna Maria Clara contou com a ajuda do seu pai quando teve a ideia. “Meu pai começou a fazer questões para mim quando eu não me saía bem nas provas. Ele buscou as questões dos assuntos trabalhados, que são os mesmos que caem nas provas, e preparou um banco de questões para melhorar minha prática e meu desempenho. Eu errei demais até começar a acertar. E agora estou bem confiante, já melhorei muito!”, explicou a dombarretana.

 

Carlos Neto disse que já usa a técnica desde o 1º Ano do Ensino Fundamental e foi aprimorando-a com o passar dos anos. “Esse treinamento auxilia também no momento da prova, porque minha mente fica mais aberta para resolver as questões”, pontuou. 

 

No turno da manhã, os alunos também se dedicaram ás estratégias de estudo e afirmam que o resultado tem sido visível na aprendizagem. A iniciativa veio dos próprios alunos.

 

“Eu quis fazer as anotações para poder estudar melhor e divido no meu caderno primeiro as anotações de História e Geografia, Matemática e passo para Ciências, Português e Inglês.”, conta a aluna Maria Tereza, que tem a ajuda do pai para montar as atividades.

 

A aluna Shopia Martins conta que o resumo é o diferencial na hora da aprendizagem. “Eu faço no meu caderno vários resumos sobre os assuntos que a professora passa na sala de aula, porque acho uma forma mais fácil de aprender”, afirma a aluna que tem a irmã, do 6º Ano do Ensino Fundamental, como inspiração. “Eu vi a minha irmã fazendo resumos e pensei ‘Por que eu não fazer também?’. Então, comecei a fazê-los e melhorou muito a minha forma de estudar. Na hora das provas, tem me ajudado bastante, porque quando eu faço o resumo eu gosto de marcar tudo, as partes mais importantes, escrevo bem detalhado, para aprender e, na hora da prova, não dá nada errado.”

 

“Primeiro eu faço o resumo e, depois, eu releio duas vezes. Antes das provas, eu reviso para poder aprender bem o assunto.”, conta a brilhante Maria Luiza que recebeu o apoio dos pais na hora de organizar os estudos através dos resumos e afirmar que o método a ajudou bastante na hora da prova.

 

Para uma aprendizagem eficiente, é necessário dedicação e responsabilidade por parte do aluno. Parabéns pela iniciativa, brilhantes!

Paz e Bem!