Alunos do IDB são selecionados para a 3ª fase da Olimpíada Brasileira de Geografia

Os alunos da 1ª Série do Ensino Médio do Instituto Dom Barreto, Ana Beatriz Mendes, Marcos Vinícius Fernandes e Robson Santos, foram selecionados para participar da 3ª fase, ou fase nacional, da Olimpíada Brasileira de Geografia.

O intuito da Olimpíada, que já está em seu terceiro ano, é despertar nos jovens estudantes o interesse pela Geografia e as Ciências da Terra, estimulando-os a pesquisar e questionar sua curiosidade científica, criando um ambiente propício para o seu crescimento intelectual e emocional, contribuindo para a melhoria educacional do país como um todo.

Este é o primeiro ano que o Instituto Dom Barreto está participando. Os dombarretanos se inscreveram e nomearam a equipe de “Mata dos Cocais”, que está sob coordenação do professor, Paulo Cesar Cardoso.  

A Olimpíada se desdobra em duas partes: a Etapa Competitiva (duas fases online e uma presencial) e a Cooperativa (Pesquisa Local), que se tornarão objeto de interesse de estudantes e professores, envolvendo no seu projeto questões, como: sustentabilidade e utilização ética dos recursos naturais, contribuindo para a criação de uma sociedade justa e participativa.

Os alunos foram aprovados nas duas primeiras fases, realizadas online, e agora irão para Brasília, onde será realizada a etapa nacional, nos dias 21 e 22 de outubro. “Estamos nos preparando para fazer o nosso melhor e espero que possamos voltar com uma boa colocação”, comentou a aluna Ana Beatriz.

A fase nacional da Olimpíada abriga questões de Geografia Geral e algumas mais específicas de Ciências da Terra (Geografia Física). As questões mais específicas de Ciências da Terra serão devidamente sinalizadas. Segundo o coordenador da disciplina de Geografia, no IDB, Ricardo Carvalho, a prova “é bastante contextualizada. O nível de aprofundamento é maior que o da prova do Enem, e muito bem elaborada”. 

Os alunos que vencerem a OGB, irão participar da etapa internacional para a International Geoghraphy Olympiad – iGeo e International Earth Science Olympiad – IESO.

Além das pesquisas, a Olimpíada busca, também, estabelecer relações amistosas entre os jovens participantes do Brasil e dos diferentes países participantes da fase internacional, fomentando a cooperação entre eles.