Alunos, familiares e professores se reúnem para o encerramento do Projeto Gentileza

Muita gratidão, respeito e amor foram distribuídos na manhã deste sábado durante o encerramento do Projeto Gentileza, com a turma do 5º Ano do Ensino Fundamental. Além dos alunos e professores, também estiveram presentes os familiares e representantes das instituições que foram beneficiadas com ações do Projeto. Juntamente com o encerramento, também aconteceu a “Mostra do Conhecimento” da disciplina de Geografia, onde os alunos preparam diversos materiais interessantes, como maquetes e cartazes, e receberam em forma de livros, os trabalhos executados durante todo ano letivo.

O Projeto Gentileza foi inspirado no Profeta Gentileza, uma personalidade urbana carioca, espécie de pregador, que se tornou conhecido por fazer inscrições peculiares sob um viaduto situado na Avenida Brasil, na zona portuária do Rio de Janeiro, onde andava com uma túnica branca e tinha longa barba. “Nós pegamos um pouco do exemplo do Profeta Gentileza, para trazer às nossas crianças… Então, nós desenvolvemos na Escola este projeto, que traz para a sala de aula pequenas ações gentis que fazem muita diferença”, explica Catarina Santos, uma das professoras que está à frente do projeto.

Durante todo o ano, o Projeto realizou atividades beneficentes para ajudar diversas instituições, sendo elas: Lar da Esperança, Lar da Criança, Lar de Maria, Casa Frederico Ozanam, Abrigo São Lucas, Fundação Nossa Senhora da Paz e Fazenda da Paz, esta última localizada na zona rural de Timon, no Maranhão. Além de entregar as doações arrecadadas durante o desenvolvimento do Projeto na escola, incluindo quantias de dinheiro, os alunos, pais e professores conversaram e brincaram com os integrantes das entidades.

Para a aluna Rafaela Menezes, que participou diretamente das ações do Projeto, a Gentileza deve se tornar um hábito no dia a dia de cada pessoa. “Com esse projeto aprendemos que com pequenos gestos podemos ser gentis, principalmente quando ajudamos alguém que precisa. Pois, quando temos atitudes gentis conseguimos ser mais felizes, ao saber que estamos fazendo a coisa certa”, disse.

Quem também contribuiu com o Projeto da Escola foram os pais dos alunos, e para representar todos os pais que incentivaram e participaram efetivamente do Projeto, Ramiro Bezerra, um dos pais presentes, falou sobre a necessidade de ser gentil para se viver tranquilamente em sociedade. “Esse Projeto pode até não mudar o mundo, mas, com certeza, vai mudar o mundo a sua volta. Eu tento levar minha vida de uma forma que ela seja sempre suave, e eu acho que ser gentil é uma obrigação de qualquer pessoa que queira participar de uma sociedade. Que a cada dia nós sejamos mais gentis, e eu tenho certeza de que a consequência de ser gentil será ser feliz”, finalizou.

Confira algumas fotos dessa festa linda: