As férias chegaram! A Turma do Dom tem altas dicas pra você.

WhatsApp-Image-20160630Julho está chegando e com ele as férias! As aulas só retornam no dia 1º de agosto e até lá serão muitos dias para aproveitar bem o tempo, com disposição e energia de sobra para gastar e, assim, poder retornar renovado para as aulas. O tempo das férias é fundamental e de extrema importância para o descanso físico e psicológico, além de uma ocasião ideal para reorganizar os pensamentos. Então, a Turma do Dom entra em cena com altas dicas.

Geralmente, a rotina escolar de crianças e adolescentes são cansativas e exigentes, muitas são até mesmo super estimuladas. “Dar uma pausa nos estudos é importante, inclusive, para o melhor aproveitamento da aprendizagem. De fato, se o organismo encontra-se sobrecarregado e estressado com preocupações diárias e afazeres, ininterruptamente, reduz-se a capacidade de concentração e memorização, processos essenciais para um bom rendimento escolar. Além dos aspectos emocionais que também podem interferir no bom andamento da aquisição do conhecimento”, comentou a psicóloga do IDB Jéssica Costa.

Jéssica ainda destaca outra importância e necessidade das férias, que é o fortalecimento dos vínculos com a família e comunidade, contribuindo no desenvolvimento das habilidades sociais do educando. “Para tanto, a família pode combinar entre si programas ou passeios que envolvam o interesse e a participação de todos, como programas culturais, artísticos, de esporte e lazer, deixando um pouco de lado os jogos eletrônicos e aparelhos que os prendem no ‘mundo’ mais individualista”, afirmou.

O psicólogo do IDB Paulo Borges também complementa e ressalta que, para cada faixa etária, as férias podem ter um significado diferente e um aproveitamento mais adequado aos interesses da criança ou do adolescente. “Para os pequenos, é muito importante ter o momento da brincadeira e, para os adolescentes, socializar as novidades com o grupo de amigos. Portanto, brincar e fazer atividades diferentes da sua rotina habitual estimula o cérebro e ajuda no desenvolvimento, pois, atividades com movimentos auxiliam na oxigenação do cérebro e é muito importante não só para o funcionamento corporal, cerebral e emocional, mas também para facilitar o aprendizado, bem como compartilhar momentos felizes”, explicou o psicólogo.

Pensando nisso, listamos uma série de dicas e opções para nossos brilhantes aproveitarem esse tempo livre de forma mais prazerosa e produtiva. Siga as nossas #DicasIDBdeFérias .

Que tal dar um tempo de computadores, celulares e eletrônicos? Junte os amigos para conversar, jogar, brincar e lanchar?

Dê tempo aos eletrônicos. Rodeada de tecnologia, muitas vezes, a criançada passa o fim de semana em frente à telinha, entretida com aventuras futuristas e repletas de efeitos visuais. Embora especialistas em educação reconheçam a utilidade e a diversão proporcionadas por jogos eletrônicos e desenhos animados, recomendam que os pais ensinem seus filhos a reunir os amigos para, juntos, soltar a imaginação com as chamadas brincadeiras de rua ou tradicionais.

Descubra o artista dentro de você. Vá à papelaria ou loja de artesanato e compre tintas, pincéis e papel de tipos variados. Se você não tiver inclinações artísticas, consiga um conjunto de pintura por números. Eles são divertidos de completar, e quando tiver terminado, você terá uma nova decoração para o seu quarto. Por que não fazer uma tirinha de quadrinhos no papel ou on-line? Use você mesmo, celebridades, familiares e amigos como inspiração para os personagens da tirinha. Desenhe pessoas detalhadas num cenário perfeito ou faça bonequinhos de palito. Coloque-os em situações engraçadas e ridículas e depois mostre para seus amigos na próxima vez que os encontrar. 
Vire chef cozinha  por um dia.
Não existe pressão para criar algo perfeito, já que você está apenas cozinhando para si mesmo. Faça uma receita que você sempre quis tentar ou tente algo simples e gostoso como um omelete ou uma massa. Tente criar seu próprio prato sem usar uma receita. Comece com uma massa simples ou arroz e adicione seus ingredientes favoritos ou outras coisas que você gostaria de experimentar, como couve, tomates-cereja, carne de búfalo ou sementes de chia. Tente fazer um biscoito com gotas de chocolate e saboreie a chance de fazer uma fornada apenas para você.

Conheça lugares novos na cidade. Para fugir daquele passeio no shopping, que você não aguenta mais, fique de olho na programação dos centros culturais da capital. Vá a feirinhas, galerias e restaurantes novos. Uma bela caminhada no parque também pode render um piquenique divertido com os amigos.

Faça um álbum. Se você tiver caixas de fotografias, ingressos, souvenirs, cardápios de restaurante ou outras bugigangas, use um tempo para criar aquele álbum que você estava querendo fazer. Compre um álbum em branco numa loja de artesanato. Disponha os itens que você quer guardar por data e categoria. Arrume os itens de forma artística e depois cole-os no álbum. Considere adicionar legendas espirituosas ou sentimentais.

Fique em dia com o que não viu e não leu.  Agora que você tem um tempo a mais, pode tirar o atraso de suas séries e livros. Não é porque está longe da escola que você deve ficar também longe dos livros. Livros são, sobretudo, fontes de aprendizagem prazer e, quanto mais cedo percebemos isso, mais experiências literárias maravilhosas teremos ao longo da vida. As séries nos levam a mundos e vivências divertidas e questionadoras. Aproveite!

Escreva. Pode ser que você demore a ficar completamente sozinho (a) – então, aproveite ao máximo. O silêncio pode ser capaz de ajudá-lo (a) a se concentrar. Se escrever um livro for um esforço muito grande para uma única tarde de tempo livre, tente algo menor, mas igualmente expressivo: escreva no seu diário ou comece um novo, escreva uma carta para alguém que você não vê há muito tempo. Faça uma lista dos seus objetivos para o próximo mês ou ano. Faça uma oração!

Organize um passeio para tirar fotos da cidade. Essa é para quem tem uma veia artística. Escolha alguns lugares que você mais gosta e pratique suas habilidades como fotógrafo (a). Depois disso, organize uma galeria nas redes sociais para mostrar o resultado do trabalho para seus amigos. Tire fotografias dos locais da cidade que você mais gosta.

Mudar o visual. Que tal surpreender todo mundo com um novo corte de cabelo? Ou quem sabe… até mudar a cor dos fios! Se não quiser ser tão radical, também dá para usar alguma coisa que você sempre quis, mas nunca teve coragem, como um acessório ousado ou um look que faz muito seu estilo. Mudar é sempre gostoso – e importante para nossa evolução.

 Tire os jogos de tabuleiro do armário. Isso pode render horas e mais horas de boas risadas com os amigos. Resgate as caixas de “War”, “Jogo da Vida”, “Imagem e Ação”, “Banco Imobiliário” e se jogue!

Brinque de jardinagem e plantação. Crianças que vivem em cidades grandes dificilmente têm oportunidade de ter contato com a natureza. Que tal aproveitar o período sem aula para isso? Pode ser uma plantinha pequena, pode ser uma árvore, pode ser até um pé de  feijão.

Aprenda arte com papel. Basta um jornal velho, bexigas, cola branca e um pincel para criar vários objetos usando a técnica da papietagem. Encha a bexiga e cubra com várias camadas de papel picado coberto pela cola. Depois de seco, pode virar um vaso, uma luminária ou o que a imaginação inventar.

Faça uma árvore genealógica. Rever as origens é ótimo para conhecer sua história. Faça uma árvore genealógica da sua família com nomes, fotos, figuras, desenhos e não se esqueça de contar histórias e pedir ajuda dos mais velhos da família.

Faça um curso. O que acha de começar a fazer um curso que sempre teve vontade?! Aulas de dança, idiomas, luta, canto, pintura, qualquer outro curso que lhe motive e não faça ficar parado (a) e, principalmente, de divertir. O bom dessa dica é que você conhece pessoas com interesses em comum e já é opção de companhia para outros programas durante as férias.

Paz e Bem!