Dia da Língua Nacional

20150520120036Para relembrar o aspecto dinâmico e multifacetado da linguagem, um movimento espontâneo de intelectuais e a sociedade civil instituiu, em 21 de maio de 2006, o Dia da Língua Nacional, em função da inauguração dois meses antes do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Uma data que comemora o diálogo, a valorização da diversidade cultural, a liberdade de expressão, o coloquialismo do processo comunicativo, indo no mesmo caminho da comemoração instituída pela Unesco, órgão das Nações Unidas para a Educação, neste mesmo dia 21 de maio.

Para comemorar esta data, é importante ter em mente que uma língua não é algo tão banal quanto parece ser. A língua é um sistema de representação constituído por palavras e por regras que as combinam em frases. De acordo com a professora de português do Ensino Fundamental do IDB, Rossimara Assis Damasceno a Língua Nacional é muito importante pois ela é o instrumento mais eficaz de comunicação entre as pessoas. “É através dela que expressamos nossos pensamentos, sentimentos e ideais. Ela traduz a identidade de um povo, sua cultura e seu modo de pensar e agir”, diz a professora.

Nesse sentido, a língua é abstrata como todos os conceitos. Ela só se torna concreta quando é usada por alguém no processo de comunicação. Isso ocorre toda vez que alguém fala ou escreve, de modo que o exemplo mais concreto que se pode oferecer agora é precisamente o texto que você está lendo. Ele foi escrito por alguém e para alguém com a finalidade de comunicar alguma coisa.

Rossimara também acrescenta que a Língua Portuguesa do Brasil não é originária apenas do Latim. “Ela também foi influenciada pelo Tupi, que era a língua utilizada pelos povos indígenas, e ainda por alguns idiomas africanos”. A língua portuguesa não é apenas falada em Portugal e no Brasil. Durante a expansão marítima e a colonização portuguesa, a língua conquistou também a África, a Ásia e a Oceania. Atualmente, os países que têm como idioma o português são, de acordo com a professora Rossimara: Portugal, Brasil, Açores, Ilha da Madeira, Angola, Guiné-Bissau, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Macau e Timor Leste. O português é também falado em algumas regiões que estiveram fora do domínio político de Portugal, como alguns povoados espanhóis, uruguaios e comunidades de imigrantes em diversos países.

Paz e Bem!