Dia Nacional das Artes

20150806042659 (2)Hoje, 12 de agosto, é dia de celebrarmos as atividades artísticas, pois comemoramos o Dia Nacional das Artes. A arte abrange diversas áreas como o teatro, cinema, literatura, circo, pintura, música, entre outras. É uma forma criativa e peculiar que o homem desenvolveu para se fazer entender, utilizando a beleza. Cada uma dessas áreas tem sua devida importância, cada qual com sua peculiaridade, que pode ser visualizada, ouvida ou os dois ao mesmo tempo e, em alguns casos, que permite ao apreciador interação com o artista.

A Arte nasceu em cada homem e nele pode se transformar em conta, em gestos e em representações visuais, ligando o mundo imaginário a realidade. A partir de meados da década de 90, o Brasil vem conhecendo uma extraordinária retomada de suas atividades culturais.

A artista plástica e professora de Artes do IDB, Dadinha Leal afirma que existe a necessidade do ensino de Arte nas escolas, pois a arte é linguagem e não se dá a entender por aqueles que não dominam seus códigos. “É preciso conhecer profundamente as linguagens artísticas para interpretar algumas obras de arte pertencentes ao enorme acervo produzido pelos artistas ao longo da História e compreender pelo menos uma parte de seus significados, em um processo nunca concluído de enriquecimento espiritual, pois ao compreender uma obra, nos compreendemos. Para fluir uma obra de arte, é necessário decifrar seus códigos, só assim conseguimos nos conectar aos sentidos produzidos pelo artista. Para saber o que esta ou aquela obra significa é preciso também vivenciar experiências artísticas, mesmo que nosso objetivo não seja nos tornar futuramente um artista. Possibilitar às crianças e adolescentes essas experiências é prover seu aprimoramento como Ser Humano”, explica a professora.

O Brasil é um país de cultura extremamente rica e diversificada. A origem dessa característica está no peculiar processo de formação da sociedade brasileira que, desde o seu nascimento, recolheu a generosa contribuição de povos e etnias tão diferentes quanto os índios autóctones, os portugueses descobridores, os africanos feitos escravos e, depois, franceses, espanhóis, holandeses, italianos, japoneses, árabes e tantos outros. Características que refletem até hoje na arte produzida no país.

Parabéns a todos os artistas do país!

Paz e Bem!