Dombarretanos são aprovados nas primeiras colocações na Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Após muita dedicação, aulas específicas, simulados e horas de estudos, os alunos do Instituto Dom Barreto conquistaram resultados positivos no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e no Sistema de Seleção Unificada (SISU), sistema informatizado do Ministério da Educação. 

Os dombarretanos Gabriel Leal Nunes Silva, Carlos Eduardo Salazar Ribeiro e Paulo Airton Cordeiro de Souza Junior conquistaram, respectivamente, 1ª, 2ª e 3ª colocações na classificação Geral em Medicina da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

O brilhante Gabriel Leal, além de conquistar o primeiro lugar na classificação para o curso de Medicina, também conquistou o primeiro lugar geral na Universidade Federal do Piauí e terceiro lugar no vestibular de Medicina, FUVEST, o mais disputado do Brasil para ingressar na Universidade de São Paulo (USP).

Os primeiros colocados comemorando com os amigos e demais brilhantes aprovados.

Gabriel Leal conquistou a tão desejada aprovação através de esforço e dedicação. “Eu sempre sonhei com essa aprovação e colocação. E o melhor de tudo foi saber que a matéria em que eu tinha dificuldade, Linguagens, foi aquela que jogou a minha nota lá pra cima. Consegui ultrapassar os obstáculos e chegar ao meu objetivo”, pontuou. Gabriel Leal sempre teve Medicina como sua primeira opção. “Medicina é um curso que combina o lado humano com a técnica do profissional para salvar vidas. E essas são duas habilidades com as quais eu gostaria de trabalhar muito”, comentou.

O brilhante Carlos Eduardo Salazar, que conquistou o segundo lugar para o curso de Medicina, revelou que tem paixão por Matemática e Computação, mas que Medicina tornou-se sua primeira opção. “É um curso que permite atuação em muitos campos de trabalho e pesquisa, e com muitas oportunidades de carreira”, pontuou.

Carlos Eduardo Salazar trilhou uma trajetória de dedicação ao longo da sua conclusão da 3ª Série do Ensino Médio, o que foi essencial para sua aprovação. “Fatores decisivos foram a atenção às aulas e a constante prática de questões, especialmente matemática, natureza e as redações. Não teria passado sem esse preparo e o indispensável apoio da escola, da família e dos colegas”, comentou.

O dombarretano deixou claro que, nessa nova etapa, surgiu um novo desejo em seus planos futuros. “Apesar de ter descartado a Matemática e a Computação como “curso”, não pretendo deixar de trabalhar com elas profissionalmente. Seria uma realização trabalhar com pesquisa de tecnologias da informação aplicadas em Medicina”, pontuou.

O brilhante Paulo Airton Cordeiro também garantiu sua vaga no curso de Medicina e conquistou a terceira colocação na classificação de ampla concorrência.  Ano passado, 2019, o dombarretano havia passado para Engenharia Civil na Universidade Federal do Piauí, mas a conquista do curso de Medicina o fez se sentir realizado. “Foi uma sensação indescritível, é um momento de gratidão e de euforia por saber que todo o esforço foi recompensado e por orgulhar os amigos e a família, principalmente meus pais”, comentou.

Para Paulo Airton Cordeiro de Sousa Júnior, estudar o curso desejado em uma universidade de referência irá prepará-lo para a realização pessoal e profissional. Paulo, que é filho do professor de Matemática da instituição, Paulo Airton, revela que as palavras-chaves para o resultado obtido são esforço e determinação. “O resultado obtido foi através da união de muita dedicação, do foco nas aulas, da procura de materiais que me auxiliassem e fazendo muitas questões. O apoio do Instituto Dom Barreto, bem como das pessoas responsáveis pela organização da instituição, com certeza foi essencial. Além disso, muita dedicação e ajuda dos meus pais, da minha namorada e dos meus amigos”, pontuou.

O Instituto Dom Barreto parabeniza todos os brilhantes por seus esforços e aprovações!