IDB realiza I Torneio de Pokémon

Jogar, capturar e ganhar. São três verbos muito utilizados por treinadores e jogadores de cartas Pokémon. A franquia do jogo existente há mais de 20 anos é sucesso em vários países até hoje. Em Teresina, a franquia também tem centenas de admiradores e fãs. Reconhecendo a popularidade do jogo, a professora de História do 7º ano do Ensino Fundamental do Instituto Dom Barreto, Serrate Oliveira, decidiu organizar o I Torneio de Pokémon IDB. A atividade realizada no sábado (22) reuniu e animou alunos do 5º, 6º e 7º anos, que não apenas jogaram, mas aprenderam mais sobre a história da série.

De acordo com a professora, o projeto do Torneio surgiu antes mesmo do lançamento do Pokémon Go, promovido em agosto no Brasil. “Surgiu da necessidade de refletir sobre os jogos de cartas na escola. E como eles interferem no dia a dia dos brilhantes. Com isso, o IDB decidiu garantir um espaço para eles brincarem e fazerem um campeonato, onde agregaria todas as regras de convivência e de relacionamento interpessoal”, afirmou.

Ainda segundo a professora, foi levantada uma pesquisa a respeito do jogo, de como foi criado e como ele realmente funciona para que os alunos o entendessem historicamente. “Fizemos uma pesquisa e descobrimos que o jogo foi produzido por duas crianças japonesas que eram fãs de jogos eletrônicos. E quando viajavam nas férias, eles não conseguiam mover o televisor e o aparelho do jogo. E ficava difícil para levar essa aparelhagem toda para onde eles iam. Foi então que um deles decidiu criar as cartas, para que pudessem brincar. Nessas cartas, eles ainda inseriram animais como personagens, para que tivessem força (energia)”, narrou.

A educadora explicou que após os alunos entenderem toda a história e o contexto de criação do jogo, eles ficaram mais animados e empenhados em promover o torneio no Instituto. “A idéia do Torneio foi essa de fazer com que os alunos jogassem de forma mais consciente. Na atividade, eles trazem as cartas, mas não jogam por jogar. Sobretudo, eles aprendem. E a gente espera poder trabalhar com outros jogos futuramente e fazer isso de forma mais trabalhada. Porque foi notório o empenho deles em realizar esse primeiro torneio. Tanto que foram eles que elaboraram os cartazes, a decoração, entre outras coisas”.

O aluno do 6º ano, Mateus França, ficou impressionado com o Torneio. Ele revelou que há dois anos é fã da saga e espera que outros jogos sejam explorados pela disciplina. “Gosto do jogo, porque é muito legal. E a iniciativa da professora foi muito boa. Gostei muito”, confessa o jovem.

Mas os alunos não só jogaram cartas, também houve alguns que aproveitaram a oportunidade para se fantasiar de personagens de animes (tal prática é mais conhecida como cosplay). Natália Maria de Lima, 7º ano do Ensino Fundamental, admitiu que é admiradora da cultura japonesa e quis representar um personagem durante o I Torneio de Pokémon. “O torneio aproximou os alunos da cultura oriental, através da história do jogo, dos animes e do cosplay”, contou a aluna.

Ao final, o I Torneio de Pokémon do IDB classificou os vencedores em três categorias. Foram eles: Caio Dourado (1º lugar); João Vitor Aguiar (2º lugar) e João Lucas Amorim Barros (3º lugar).

História da franquia

A série Pokémon foi inspirada no passatempo do diretor executivo Satoshi Tajiri de colecionar insetos quando era criança. Mas a franquia surgiu de fato em 1996, com os jogos Pokémon Green e Pokémon Red. Foram esses títulos que abriram caminhos para a série de games que ficou conhecida como Primeira Geração, lançados até 1999. A franquia já lançou títulos para Game Boy Advance, Nintendo 64, Nintendo 3DS e Wii.

Convém acrescentar que o conceito de capturar, treinar e batalhar estão presentes em quase todas as versões da franquia Pokémon, incluindo animesérie de mangá e jogo de cartas.