Projeto Gentileza encerra as suas atividades de 2018 com muita emoção

“Gentileza gera gentileza”. Quem nunca escutou ou leu esta frase? Esse sentimento tão bonito de se colocar no lugar do outro, ser cuidadoso, ser gentil, transbordou no Instituto Dom Barreto durante o ano de 2018, em mais uma edição do Projeto Gentileza, vivenciado pelos alunos do 2º ao 6º Ano do Ensino Fundamental.

 

Para celebrar mais um ano de Projeto, pais, alunos, professores e representantes das 25 instituições parceiras estiveram presentes no Convívio Cultural, na última quinta-feira, 22/11, para o encontro de encerramento das atividades de 2018. Na oportunidade, foi realizado um momento de reflexão e memória das atividades, dos novos parceiros, dos sentimentos vivenciados, dos encontros e das atividades que movimentaram as turmas e encheram seus corações de bons sentimentos. Mais do que do formar bons alunos, o Projeto Gentileza proporcionou, para os brilhantes do IDB, uma formação prática de cidadania e amor.

O momento foi marcado pela entrega dos certificados “Instituições Gentis”, quando os representantes, através de falas emocionadas, agradeceram a presença e a dedicação dos alunos e professores na construção de um ano mais gentil para todos.

“A cada ano fica melhor. Neste ano aumentou o número de Instituições. A gente acredita que agora está, de fato, caminhando para aquilo que nós queríamos desde o primeiro momento, que é a vivência. Então, no primeiro ano de Projeto a gente se preocupou muito em doar, agora a gente percebe que estamos, de fato, caminhando para o verdadeiro objetivo, que é a vivência. Então, o que nós tivemos neste encerramento foi uma manhã de vivências, quando nossos alunos conheceram pessoas diferentes que vivem de forma diferente, mas que, sobretudo, são alegres, são felizes, são corajosas. Então é essa vivência, essa coragem e alegria, esse fazer e essa possibilidade de se colocar no lugar do outro que a gente quer para os nossos alunos.”, conta a professora Catarina Sousa, uma das coordenadoras do Projeto.

O Projeto “Música Eficiente” é uma das instituições parceiras do Projeto Gentileza e realizou, como 

forma de encerramento do momento, uma bela apresentação musical com os jovens ate ndidos pelo Projeto. Jardel de Oliveira Silva, professor de bateria e percussão do Projeto, conta a cerca da gratidão de poder fazer parte de iniciativas como essa. “Nós trabalhamos o ensino em música para pessoas com deficiência em todas as áreas e os tiramos do comodismo, quebrando paradigmas e mostrando que eles são capazes. Para mim, participar e ser parceiro do Projeto Gentileza é maravilhoso. Porque é onde eu vejo que eu não tenho problema. É quando eu enxergo cada um dentro de suas limitações e aplico as metodologias, respeitando cada um, dentro de seus limites e vejo que eles evoluem. Para nós é muito gratificante fazer parte do Projeto Gentileza.”, pontua.  

“Para mim foi uma experiência muito boa, o fato de sentir as pessoas, demonstrando a gentileza e o amor. Saber dessa necessidade de estar sempre unidos, precisando de ajuda é uma coisa muito boa. Através da música podemos expressar todos esses sentimentos e sentir o que as pessoas que estão lá com você, cantando junto e mostrando amor e emoção, transmitem. Eu só tenho muito a agradecer.”, pontua Francielle da Silva, integrante do Projeto “Música Eficiente”.

 

Como diz a canção “Gentileza” de Marisa Monte, que virou hino do Projeto:

“Nós que passamos apressados

Pelas ruas da cidade

Merecemos ler as letras

E as palavras de gentileza…”

 

Em 2019 tem muito mais!

 

Paz e Bem!