Retrospectiva IDB do 1º Semestre 2015

O Instituto Dom Barreto alegra-se com todas as vitórias de seus Brilhantes Amanhãs. São 70 anos vibrando, torcendo e compartilhando grandes experiências com todos os atuais e antigos alunos que continuam a fazer parte da nossa história. São tantas conquistas e vitórias para comemorar, que nossa trajetória anual será lembrada numa Retrospectiva dividida em duas partes! Acompanhe a seguir, o que foi destaque do IDB de Janeiro a Julho, deste ano.

Janeiro

Iniciamos o ano destacando o primeiro lugar no Vestibular da UFPI do dombarretano, Luis Matheus Pereira, que passou para Engenharia Elétrica. Na época, o aluno da 3ª Série do Ensino Médio, destacou que a principal ajuda para alcançar a vitória foi a nota da redação e que o Instituto Dom Barreto foi fundamental para sua conquista.

Fevereiro

No segundo mês do ano, o destaque foi para os alunos do Instituto Dom Barreto, Felipe Vieira Coimbra e João Martins Cortez Filho, ambos alunos da 3º série do Ensino Médio, que foram aprovados em primeiro e segundo lugar, respectivamente, na fase IV da Olimpíada Brasileira de Química – 2014 (OBQ), realizada no dia 27 de janeiro deste ano. Esta fase consistia em um exame sobre técnicas laboratoriais com o objetivo de selecionar a equipe que representaria o Brasil no Azerbaijão e Teresina. Para isso, os quinze primeiros estudantes selecionados neste exame de conhecimentos de laboratório deveriam participar de um Curso de Aprofundamento e Excelência em Química (Fase V) realizado de 01 a 14/03/2015 na UFRN, Natal.

Março

No início de Março, o IDB anunciou a lista parcial de aprovados nos vestibulares. Nossos Brilhantes, a partir do 9º Ano do Ensino Fundamental, mais uma vez, destacaram-se com grandes aprovações em universidades e faculdades locais e, claro, em instituições nacionais.

No mesmo dia, divulgamos uma carta enviada ao IDB pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), por meio do Setor de Vestibular. A carta elogiava o ensino da escola e parabenizava o Dom Barreto pelas aprovações e classificações no Concurso de Admissão ao ITA/2015. Esta é uma das melhores e mais concorridas Instituições de Ensino Superior do país.

Em seguida, o destaque foi para o Brilhante Amanhã, Josué Coelho, que passou em primeiro lugar para o curso de Medicina na UFPI e foi o primeiro lugar geral da instituição. Também tivemos o destaque da aluna da 1ª Série do Ensino Médio, Rachel Brandão, que passou para Direito na UESPI. Rachel contou que fez o ENEM apenas como treino e a descoberta da conquista veio de forma inesperada.

Mas não foi só isso que aconteceu em março. Logo informamos à comunidade dombarretana que o aluno da 3ª Série do Ensino Médio, Felipe Vieira Coimbra, tinha sido classificado para a seletiva final da equipe Olímpica Brasileira de Física (OBF) 2015. Da lista de 17 alunos, que incluía Felipe, seriam escolhidos, após a última seletiva, 5 alunos para IPhO2015/Índia (Olimpíada Internacional de Física) e 4 alunos para OIbF2015/Bolívia (Olimpíada Iberoamericana de Física).

No final de março, o destaque foi para Pedro Felipe de Oliveira Santos, aluno antigo do Instituto Dom Barreto que tinha acabado de entrar para seleta lista de Harvard, nos EUA, uma das mais conceituadas universidades do mundo. Pedro Felipe foi aprovado para o Mestrado em Direito Constitucional, numa seleção anual super disputada que, em 2014, teve 2 mil candidatos do mundo inteiro e apenas 170 aprovados de 70 países. Do Brasil foram dois: Pedro e um professor da USP (Universidade de São Paulo).

Abril

Em abril, alunos da 2º Série do Ensino Médio do Instituto Dom Barreto participaram da IYPT Brasil, em São Paulo. Uma competição científica nacional a partir da qual é selecionada a equipe brasileira no Torneio Internacional de Jovens Físicos (International Young Phisicists’ Tournament). Os alunos do IDB participaram da competição acompanhados pelo professor de Física do colégio, Antônio Sales. Uma equipe de 5 alunos e outra com 3 alunos se uniram a dois outros estudantes de Aracajú e Sergipe. As equipes do IDB foram lideradas pelo estudante Felipe Coimbra e pelo professor Rawlinson Ibiapina. Apesar de não terem conseguido vaga na equipe Brasileira, foi a melhor colocação do Piauí em 2015, nesta competição. A equipe de Felipe recebeu medalha de bronze, já a do professor Rawlinson, medalha de menção honrosa.

Maio

Em maio divulgamos a lista dos Brilhantes Amanhãs premiados na Olimpíada Canguru de Matemática 2015. Foram 37 medalhas de Ouro, 70 de Prata e 90 de Bronze.

Já o destaque que encerrou maio, foi a seleção do dombarretano Felipe Vieira Coimbra, para a Olimpíada Internacional de Física (International Physics Olympiad – IphO). Ele foi o único piauiense que representou o país neste torneio que aconteceu em Mumbai, na Índia, de 5 a 12 de julho deste ano.

Junho

Quase encerrando o primeiro semestre de destaques do IDB, nossos Brilhantes conseguiram mais alguns. A começar por quatro dombarretanos que participaram da 11ª edição da Semana de Matemática e Física (Semafis) do Instituto Federal do Piauí (IFPI). Alícia Fortes, Bruna Maia, Ana Beatriz e Rafael Rodrigues são estudantes da 2ª Série do Ensino Médio do IDB e, acompanhados pelo professor Antônio Sales, apresentaram seus trabalhos relacionados à disciplina de Física.

No final de junho, os nossos Brilhantes Amanhãs participaram da solenidade de Premiação da Olimpíada Brasileira de Física, OBF, e da Olimpíada Piauiense de Física, realizada no auditório do Cine Teatro da Universidade Federal do Piauí. No total, foram entregues 62 medalhas, sendo 36 referentes à premiação Estadual e 26 medalhas da OBF. Na conquista Estadual, nossos alunos receberam 11 medalhas de Ouro, 17 de Prata e 8 de Bronze. Na competição Nacional, foram entregues 1 medalha de Ouro, 10 de Prata e 15 de Bronze.

Julho

Em julho, o destaque foi para nosso Brilhante Amanhã, Felipe Vieira Coimbra, que conquistou medalha de Bronze e obteve o melhor resultado do Brasil, na Olimpíada Internacional de Física, na Índia. Pela média calculada ele quase foi Prata. Felipe, que foi acompanhado do professor de Física do IDB, Rawlinson Ibiapina, foi selecionado entre 200 mil alunos inscritos nas seletivas, até chegar no nível mundial.

Além desta conquista, encerramos julho com um trabalho que antigos alunos desenvolveram e que chamou atenção de especialistas do mundo inteiro, além de ser um grande avanço na área da medicina. O médico urologista, Aurus Dourado, aluno antigo do IDB , idealizou e Alexandre Tolstenko, professor do IDB da disciplina de Games e Engenheiro da Computação, transformou em realidade um procedimento para facilitar e tornar mais eficaz a cirurgia para retirada de tumores renais. A ideia surgiu do desejo de Aurus em trabalhar um método mais preciso que a Tomografia Computadorizada para a remoção de tumores renais. A Tomografia Computadorizada é um exame complementar de diagnóstico por imagem, que consiste numa imagem que representa uma secção do corpo.  Portanto, Alexandre Tolstenko criou o procedimento, unindo a tecnologia em 3D ao principio de jogos interativos. O método funciona de seguinte forma: com o sensor de movimento conectado ao notebook, o médico pode, virtualmente, manusear o rim do paciente, além de localizar e planejar como chegar até ele sem comprometer o órgão do paciente.

Ficamos imensamente felizes e parabenizamos a todos os envolvidos pelas várias vitórias e destaques a níveis locais, nacionais e internacionais. Desejamos que este semestre seja da mesma forma e, se for para ser diferente, que seja melhor ainda!

Paz e Bem!